Frutas exóticas também são importantes à saúde

Atualmente ficou muito mais fácil encontrar frutas consideradas exóticas. Muitas do Norte e Nordeste do país não eram consumidas no Sudeste ou mesmo frutas de outros países nem chegavam nas terras tupiniquins.

Isso mudou e já podemos fazer o consumo delas apesar de ainda possuírem um preço muito elevado em comparação às comuns como banana, maçã, laranja, etc. Nos empórios, Mercados Municipais e até mesmo em grandes feiras. Aproveitem!

Pitaya

É uma fruta exótica cultivada principalmente no México e Sudeste Asiático, também conhecida como Dragon Fruit. Possui poucas calorias e é rica em vitamina C, fósforo, cálcio, além de fibras e antioxidantes que auxiliam no combate aos radicais livres. Suas sementes são ricas em fibras e por isso, podem ter o efeito laxativo. As variedades são vermelhas e amarelas e a polpa pode ser branca ou avermelhada. A Pitaya pode ser consumida ao natural ou servida em saladas, com sorvetes ou mesmo na forma de geleias e compotas.

 

the-pitaya

Camu – camu

Não é uma fruta ainda muito conhecida pelos brasileiros, é de origem amazônica, parente da jabuticaba e também cultivada no Peru e sendo bastante consumida em São Paulo e inclusive no Japão. Possui o aspecto de uma bolinha de gude vermelho-escura e é a rainha da Vitamina C, um importante antioxidante para nossa imunidade e auxiliar na síntese de colágeno.

Para se ter uma ideia, apresenta o dobro de vitamina C da acerola e seis vezes mais que a laranja. Apesar desse grande atributo, ainda não é muito consumida por ser muito ácida e amarga e acaba sendo mais utilizada pela indústria na forma de cápsulas de vitamina C.

 

camucamu

Taperebá

É também chamado de Cajá e tem origem na América tropical. Sua polpa é suculenta, de sabor agridoce  e muito apreciada em refrescos, licores e sorvetes.  Possui minerais como cálcio, fósforo e ferro e importantes vitaminas como A, B e C. Pode auxiliar na diminuição do cansaço físico, fortalecimento dos ossos, funcionamento do intestino e função da retina.

tapereba

 

Buriti

Facilmente encontrado no Centro-Oeste, Norte e Nordeste do Brasil, sua polpa amarelada é rica em carotenoides, corantes naturais capazes  de promover proteção contra degeneração da retina, alguns tipos de cânceres, doenças vasculares, entre outras.

Além de ser um excelente alimento, o buriti também pode ser usado na indústria cosmética e farmacêutica. Pesquisas realizadas em importantes Universidades do Brasil comprovaram que o óleo extraído da polpa e casca dos frutos pode ser usado na produção de filtros solares, portanto é um fotoprotetor natural.

Também é usado em cremes, shampoos, sabonetes por conferir aroma, cor, além de possuir propriedades esfoliantes, auxiliando na remoção de células mortas.

Aproveitem o verão e consumam frutas variadas! É uma delícia!!

buriti

Leave a Reply


× 4 = trinta dois