Maní: 5o melhor restaurante da América Latina

Recentemente foi divulgada a lista dos 50 melhores restaurantes da América Latina organizada e compilada pela revista Restaurant. Três restaurantes brasileiros figuram nessa lista, o D.O.M. (SP) em 2o lugar, Maní (SP) em 5o e Roberta Sudbrack (RJ) em 10o.

Hoje foi o dia de experimentar a gastronomia molecular da chef Helena Rizzo, lembrando que ela também ganhou o prêmio Veuve Clicquot de Melhor Chef Mulher da América Latina. Helena começou a se apaixonar pelas panelas já a partir dos 14 anos, deixando de lado a promissora carreira de modelo.

20130914_164407

Entrada do Maní

Atualmente ela trabalha ao lado de seu marido mesclando ingredientes típicos brasileiros com iguarias internacionais usando técnicas moleculares (usando nitrogênio líquido, sais espessantes, etc.), ensinamentos que trouxe de experiências com renomados chefs, entre eles, Ferran Adrià do aclamado El Celler de Can Roca em Girona, considerado hoje como o número 1 na lista dos 50 melhores restaurantes do mundo. Toda essa alquimia que alia mudanças de textura e aparência dos alimentos nos traz novas experiências extraordinárias.

20130914_160329

Ambiente agradável

20130914_160306

Muito Sol e calor em São Paulo, um convite para uma refeição leve e saborosa. O prato principal escolhido foi o Peixe a baixa temperatura no Tucupi com banana da terra e migalhas do Maní. Um prato delicado e de sabores harmoniosos.

IMG-20130914-WA0001

Pra mim a sobremesa foi o prato mais especial e uma grande surpresa. Onde ela está???  Demorou um pouco pra chegar à mesa, mas…… valeu muito à pena. Chama-se “Da lama ao caos”. Uma obra de arte inusitada….prestem bem atenção na composição: doce de berinjela defumada com coalhada de queijo de cabra, sorvete de gergelim negro, gelatina de flor de laranjeira, com crocante de massa filo e pistaches caramelizados.

SAMSUNG

Meu Deusssss….um primor!!  Crocante, macio, adocicado, defumado, cremoso…..tudo ao mesmo tempo!!! Definitivamente tenho que voltar para experimentar as outras delícias do cardápio.

SAMSUNG

Uma grande experiência a ser vivida!!!

Restaurante Maní

Rua Joaquim Antunes, 210 – Jardim Paulistano – São Paulo

http://www.restaurantemanimanioca.com.br

 

 

 

Não resistam ao “charme” de um bom Bolo de Chocolate!!!

Outro dia eu estava no Rio de Janeiro e não resisti, tive que dar uma passadinha no Forte de Copacabana. O dia estava muito convidativo, céu azul, um Sol delicioso e a vontade insana de comer um doce depois do almoço light em Ipanema.

 SAMSUNGEntrada do Forte

SAMSUNG

Mesas da Confeitaria

Meu objetivo era a Confeitaria Colombo, uma tradição da cidade. Ela foi fundada em 1894, isso mesmo, mais de 100 anos de qualidade e sofisticação. No Café do Forte é possível fazer uma refeição completa ou simplesmente degustar um café e um doce com vista para o mar e foi exatamente o que eu fiz.

SAMSUNG

Dei uma bela observada no balcão e, não teve jeito, aquele bolo de chocolate com cobertura reluzente estava olhando pra mim! Não pude resistir!!!

SAMSUNG

Macio, muito bem recheado, um verdadeiro deleite para o meu paladar e aquela vista impressionante da Baía de Guanabara aos meus pés.

SAMSUNG

Tem como resistir??

SAMSUNG

Não resistam! Conheçam o local e ainda façam um passeio pelo Forte, vão ter momentos agradáveis e deliciosos!

IMG-20130801-WA0008

 http://www.confeitariacolombo.com.br

Entrada no Forte de Copacabana: R$ 6,00

 

 

Você comeria?

Na última vez que estive em Londres,  em uma gigantesca loja de departamentos, a Selfridges, me deparei com prateleiras no setor de alimentos cheias de minhocas, grilos, escorpiões e vermes. Aquilo atiçou a minha curiosidade e aí eu quis entender como uma loja que só vende artigos de luxo poderia estar apostando nesses nojentos e repugnantes “monstros”.

IMG-20121103-WA0001

É assim que os insetos são vistos por nossa sociedade. Mas, a Organização Mundial de Saúde (OMS), divulgou um relatório sugerindo que o consumo dessas “coisinhas” podem ser a solução para a escassez de fome no mundo.

Depois da divulgação desse relatório, as vendas na Selfridges aumentaram em 11%. Os insetos fornecem proteína de alta qualidade, são fontes de fibra e podem ser ricos em cobre, ferro, magnésio, manganês, fósforo, selênio e zinco e, além de tudo, estão por toda parte e se reproduzem rapidamente.

 

SAMSUNG

Biólogos de famosas universidades analisaram o valor nutricional de vários insetos comestíveis e, em alguns deles, como algumas formigas, besouros, gafanhotos, o valor chegou perto do da carne magra ou peixe assado em termos de proteínas por grama. A verdade é que, segundo o relatório, mais de 2 bilhões de pessoas em todo o mundo já complementam suas dietas com insetos.

Vocês podem escolher entre pirulito sabor vodka com escorpião, vermes crocantes, grilos ao curry, minhocas ao chilli, entre outras iguarias….

SAMSUNG

Eu adorei os vermes, são crocantes e o tempero de churrasco, uma delícia! Quanto aos grilos, esses já foram um pouco mais difícil de serem engolidos e o pirulito, uma massa de xarope de glicose e o reluzente escorpião ali esperando para ser devorado.

E você? Qual vai experimentar?

Restaurante Beato… Abençoado? Bem-aventurado?

Esses são os significados do nome dado pelos sócios e o local escolhido para o jantar desta semana depois de várias recomendações.

O restaurante é bem decorado, misturando os estilos rústico e moderno, deixando tudo muito aconchegante. Dá uma olhadinha no teto….uma plantação!!! E o abajur? Ficou lindo!

20130827_232714

Detalhe da entrada dos toilettes. uma bela pia de flores!!!

20130827_232731

Eu não podia deixar de experimentar o carro chefe da casa: Polvo Grelhado acomodado em um colorido risoto de beterrabas e queijo mascarpone.

Um dos polvos mais saborosos que degustei. No ponto correto, macio por dentro e “casquinha” crocante por fora. Risotto al dente, cremoso, levemente adocicado contrastando perfeitamente com o molho picante de ervas que decorava o prato (lembrava muito o chimichurri).  Uma delíciaaaa!!!

A “belezura” de frente20130827_222257

E a decoração na parte de trás

20130827_222345

Meu acompanhante preferiu um Pargo com pupunha trufado e emulsão de limão galego.

Estava muito saboroso, mas achei que a acidez do molho estava um pouco acentuada.

20130827_222314

E pra fechar a noite com chave de ouro, não deixem de experimentar a torta de figos acompanhado de sorvete de iogurte. Recheio macio, cremoso e adocicado no ponto certo. Apenas a borda da massa chegou a passar um pouco do ponto. Sabe aquela casquinha queimadinha? Não chegou a comprometer, de verdade.

20130827_230740

Saímos de lá com ótima impressão. Quero voltar pra degustar outros pratos e continuar recomendando esse restaurante “bem-aventurado”….rsss

Dica para o dia-a-dia, de segunda à sexta no almoço, eles servem um menu executivo por R$ 39,00 que inclui salada do dia, prato principal (opções no site) e sobremesa do dia.

Aproveitem!!!

http://www.beatorestaurante.com.br

Rua dos Pinheiros, 174 – São Paulo

 

 

 

Adoçando as madrugadas….

São Paulo tem diversas padarias maravilhosas que mais parecem empórios. Podemos encontrar de tudo: desde o pãozinho do dia-a-dia, até os mais elaborados com multi grãos, chia, castanhas, além de chás importados, chocolates dos mais diversos países e claro, muitos produtos feitos por eles.

Gosto muito de doces e os meus dois favoritos da padaria Galeria do Pães, para serem apreciados na madrugada, sim…por que lá, as madrugadas são muuuito agitadas com gente bonita devorando lanches deliciosos e sucos, são o cheese cake de frutas vermelhas (não se esqueçam que são ricas em antioxidantes…rss) e o bombom de chocolate meio amargo recheado de calda de damascos e coberto com casquinha de chocolate branco.

Quem vai resistir??

SAMSUNG

Galeria dos Pães

Rua Estados Unidos, 1645 – Jardim Paulista – São Paulo

http://www.galeriadospaes.com.br

Bom Apetite!!!

Pitadas de: CARLOS CAMPINEIRO

Tive o prazer de conhecer o gerente de Alimentos e Bebidas e especialista em vinhos, Campineiro, agora meu amigo, há exatos 10 anos. Naquela ocasião, eu estava participando de um concurso de receitas (Les Chefs), organizado pelo hotel Sofitel em São Paulo. Em outro momento conto mais sobre esses concursos dos quais participei.

Muito educado e cordial, Campineiro sempre nos recebeu (amigos, familiares), em diversos momentos nos restaurantes desse hotel que nos deixou saudades. Suas informações sobre vinhos e harmonizações sempre me instigaram e me levaram a querer conhecer cada vez mais esse maravilhoso mundo enogastronômico.

Em seu recente livro, Harmonização de Vinhos – América do Sul (editora Quartier Latin), conta sobre suas experiências no mundo da Hotelaria, sua paixão pelo vinho e pelas pessoas. Uma viagem deliciosa pelos vinhos e pratos do Chile, Argentina, Uruguai e do Brasil.

“Neste livro, ofereço recursos que motivarão as pessoas, amantes do vinho ou não, a serem mais felizes nos seus momentos de comunhão consigo mesmo, porque todos já devemos ser felizes pelo simples fato de estarmos aqui neste mundo, gozando de perfeita saúde e harmonia, vendo tudo colorido, degustando grandes vinhos e conhecendo pessoas e lugares”.

20130727_153423

foto

Eu e Carlos Campineiro no lançamento do seu livro.

Campineiro tem a formação Sommelier pelo Senac/ Ceatel (1979) é Bacharel em Hotelaria pela Universidade São Marcos (2004). Sua monografia, intitulada A hospitalidade do vinho, recebeu nota 10 e serviu de base para o livro lançado agora. Em 2009-2010 realizou MBA em Hospitality Management em Paris.

Atualmente está no Clube de Campo São Paulo, onde comanda a equipe de Alimentos & Bebidas e é um dos responsáveis pela elaboração da Carta de Vinhos dos cinco Restaurantes estrelados do CCSP.

Serviço | Contatos

http://www.editoraquartierlatin.com.br

carlos.campineiro@ccsp.org.br

E, claro, eu não podia deixar de acrescentar mais inspirações aqui enviadas por ele. Querem conhecer mais sobre a História dos Queijos e informações sobre os principais deles? Continuem lendo e vão descobrir mais esse delicioso Universo!

queijos-e-vinhos[1]

Fonte: alemdovinho.wordpress.com

A história do queijo se perde como todas as antigas histórias entre lendas e mitos. Afirma Aristeo, filho da ninfa Cirene e do Deus Apolo, que Amaltea Mãe de leite de Jupiter, deixou derramar leite de suas mamas, o qual coagulou, fermentou, e se tornou queijo.

A outra lenda deve-se aos pastores de cabras e ovelhas, talvez a mais coerente,que um deles após ordenhar seu rebanho, um dia deixou por acaso o resto de leite ao ar livre, o que transformou o leite pela ação dos germes, coagulou e fermentou formando uma espécie de queijo.

Existem varias citações sobre a origem do queijo, até na Índia, onde as vacas representavam as nuvens e o pastor o sol, é talvez o indicio mais antigo sobre o leite coagulado e da gordura do leite.

A grande revolução do queijo ocorreu com a ajuda dos conventos religiosos, confirmados por muitos documentos. Em 1427 já se produzia boa quantidade de queijos em Firenze na Itália, graças aos monges Chiaravalle.

Napoleon foi o responsável pela legalização da industria queijeira na França, foi ele que oficializou as DOC dos queijos. Mais tarde, Louis Pasteur, com a descoberta dos micro-organismos e a pasteurização contribuiu sobremaneira para o sucesso dos mais de 500 tipos de queijos existentes no mundo de hoje.

QUEIJO REBLOCHON

reblochon-AOC[1]

Fonte: http://culturesofcorruption.com/?p=101

Originário da região da Savoie França,queijo de pasta branda prensada com sabor muito delicado e muito intenso.

Seu nome vem do verbo Francês reblocher, que significa ordenhar a vaca pela segunda vez.

No passado os pastores da região, tendo de tirar o leite para ser entregue a seus patrões, usavam de uma artimanha muito especial, deixavam um pouco de leite nos úberes das vacas, e mais tarde as ordenhavam pela segunda, o leite desta segunda ordenha era sempre mais gorduroso, com este leite eles produziam o Reblochon.

QUEIJO BRIE

dv1818021

Fonte: http://www.roxilla.co.za

Um dos mais famosos queijos da França, com pasta branda não cozida, mantecosa e cremosa pouco aromático com tendência picante é produzido com leite de vaca integral. Existem no mudo vários tipos de Brie, uns com  mais ou menos sabor acentuados.

O queijo Brie é produzido numa pequena cidade do mesmo nome a leste de Paris, entre o Sena e o Marne (rios) A técnica de preparação é similar ao Camembert. Sua maturação se dá de dentro para fora, ou seja, o desenvolvimento do fungo vermelho Bacterium Linens, e o branco pinicillium Camemberti, é um queijo com duração não muito longa, deve ser consumido logo após sua finalização, para não sofrer alteração.

QUEIJO ROQUEFORT

spinach-androquefort-salad[1]

Fonte: http://www.worlds-best-recipes.com

Queijo elaborado com leite  de ovelha, é junto com o Gorgonzola, um dos mais famosos queijos com pasta azul do mundo, e que possui denominação de origem controlada desde muito tempo. Leva o nome da localidade homônima na comarca de Saint- Affrique (Aveyron) Roquefort uma zona de colinas e de montanhas da França meridional.

Sua elaboração é bastante complexa graças as condições das grutas (caves) naturais nas quais é produzido. É um queijo muito admirado, os Franceses o chamam de queijo do milagre, por seus poderes afrodisíacos, e Giacomo Casanova o considerava eficaz para revigorar amores cansados, e excelente para cativar amores recentes.

QUEIJO  CAMEMBERT

imagesCACXL3BD

Fonte: gastronomiabc.blogspot.com

O mais famoso entre os queijos Franceses, originário da Normandia, norte da França, hoje já se produz similares em outras regiões do mundo. Produzido com leite de vaca, é um queijo de pasta branda não cozido, possui um sabor verdadeiramente delicioso, originário da cidade homônima de Camembert no depto. de Orne.

Com linha de produção rigorosa sempre respeitando a tradição, o Camembert é um queijo com vida comercial limitada, por ser muito delicado qualquer alteração em sua conservação leva a sua perda total, pois altera suas características organolépticas (gosto e aroma).

O Camembert foi criado em 1791 pela Mme. Marie Harel que recebeu a receita de um monge a quem hospedou, em mérito de haver difundido um símbolo para a cidade, foi erguido um monumento em 1928 na pequena cidade de Vimoutiers, vizinha a Camembert.

Como cortar tomate cereja de uma vez e por igual!!!

Outro dia eu estava assistindo ao programa Homens Gourmet que passa no canal Bem Simples e ensinaram uma técnica de como cortar todos os tomatinhos ao meio e na mesma hora.

Super dica e muito fácil de fazer.

1o Passo – Higienize os tomates que vai usar e separe dois pratos de sobremesa:

20130721_114136

2o Passo - Coloque os tomates na parte de trás de um dos pratos e depois apoie o outro por cima:

20130721_114230

 

20130721_114313

 

3o Passo – Apoie o prato em uma mesa, pressione o de cima com uma das mãos e use uma faca afiada para cortar:

20130721_114439

Obs: O prato deve estar apoiado na mesa.

20130721_114631

Pronto!!!!  Todos os tomates foram cortados ao mesmo tempo e ficaram perfeitos!!

Você também pode fazer o mesmo com ovos de codorna, azeitonas sem caroço, mini cebolas, etc.

 

Suco detox com proteína

Um suco rico em vitaminas como A, B6, C, K, além de minerais como cálcio e ferro provenientes da couve. O whey protein isolado é uma ótima fonte de proteínas de alto valor biológico. Auxilia no aumento e manutenção da massa muscular e age como um preventivo de diversas doenças. Estudos indicam que pode auxiliar a diminuir a circunferência abdominal e trazer saciedade.

Só não vale se assustar com a couve na receita, parece estranho em princípio, mas garanto que fica muito saboroso, além de trazer um monte de vitaminas e minerais importantes para o nosso organismo.

Saúde!!!

Ingredientes:

- 2 colheres medida de whey protein baunilha

- 2 a 3 folhas cruas de couve

- 1 maçã pequena

- 1 colher de chá de gengibre

- Gotas de limão

- 1 copo (200ml) água

- Gelo

Modo de preparo:

Higienize previamente as folhas de couve, coloque todos os ingredientes no liquidificador e bata bem até ficar uma bebida cremosa.

Consuma rapidamente. Rende: 2 porções.

20130716_174002

 

20130716_174030Muito cremoso!!!

 

Conch – Ilhas Virgens e St. Martin

conch

Fonte: http://www.ultimatechase.com

Alguém já ouviu falar nesse molusco? Como sempre gostei de assistir a documentários de viagens e gastronomia, após um que mostrava a pesca do Conch e receitas na região do Caribe, mais precisamente em Turk and Caicos, coloquei como meta experimentá-lo. Antes de uma viagem para as Ilhas Virgens e St. Marteen de navio, fiz diversas pesquisas pela Internet para tentar descobrir onde eu poderia experimentar essa iguaria e o local escolhido foi o restaurante Hervé em St.Thomas (Ilhas Virgens). Fiquei sabendo que foi fechado no ano passado, mas no mesmo local abriram o Chez Le Caribbe com o mesmo chef no comando.

8595306862_b0ca5b394a_b

Fonte: landlopers.com

Um restaurante agradável, familiar e composto de um mix de cozinha contemporânea americana, cozinha francesa clássica e influências caribenhas de um casal Nova Iorquino apaixonado pelo Caribe. Prato de entrada? Bolinhos de Conch (Conch Fritters com chutney de manga). Uma rica mistura de sabores….muita pimenta e toques adocicados. A carne de Conch aparecia timidamente, bem picadinha, mas o que pude perceber é que era um pouco rígida, lembrando a da lula e muito saborosa.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Fonte: www.conchyjoecooks.com

Alguns dias depois, já em St. Martin (do lado francês da ilha, St Marteen é o holandês), descobri um quiosque de comidinhas no meio da rua que tinha um cardápio completo de tudo o que você pode imaginar de preparação feita com Conch. Conch frito em tiras com batatas fritas e salada, filé de conch grelhado, conch assado com legumes, bolinhos, hamburger….fiquei com a primeira opção. Uma carne branquinha, realmente um pouco fibrosa, mas muito saborosa. Valeu muito à pena!

Em cada região o Conch é consumido de uma maneira diferente:

- Leste asiático: frequentemente é cortado em fatias finas e depois cozido no vapor ou frito;
- Bahamas e as Antilhas: normalmente é comido em sopas e saladas;
- Ilha de Granada: consumido com curry ou em sopa picante.

- Ilha de Guam: comido em molho de soja com vinagre ou limão com pimenta;

- El Salvador: é servido ainda na concha com cebola, tomate, coentro e suco de limão e sugado como as ostras;

- Puerto Rico: servido como ceviche, marinado em suco de laranja.

 

2o Pub Food Festival – São Paulo

top_2013

A segunda edição do Pub Food Festival começou em 12 de julho e vai até 27 de agosto e nesse concurso, será eleita a melhor comida de pub de São Paulo.

Para eleger a melhor comida de pub entre os participantes, cada casa concorre
com dois pratos típicos que serão avaliados, primeiramente, pelo público e
depois por um júri especializado em gastronomia. Na primeira etapa, de 12 de
julho a 03 de agosto, os frequentadores das casas poderão escolher o melhor dos
dois pratos indicados pelo bar por meio de votação nas redes sociais Facebook e
Instagram.

Depois desta data, as receitas mais votadas (uma de cada pub)
passarão pelo crivo de um júri especialiazado levando em consideração três
quesitos: autenticidade, apresentação e sabor. O vencedor será anunciado em uma
grande festa, que acontece dia 27 de agosto.

Os participantes são: All Black, Cão Véio, Deep Bar 611, Dublin, Kia Ora, The Queen’s Head, Republic English Pub, Rhino Pub, O Malley´s e The Sailor.

Para saber como votar entre no site do Festival: http://www.pubfoodfestival.com.br

 

 

 

 

1 6 7 8 9